O CEGAT permite ao usuário criar a observável bruta GNSS L1L2, com a taxa de gravação e período desejados, apenas informando a coordenada geodésica na aplicação GNWEB disponível. O usuário também poderá gerar a observável GNSS L1L2 em um ponto de coordenada conhecida, em um já homologado ou em um ponto qualquer e realizar o pós-processamento tradicional. 

Vantagens: nos trabalhos de levantamentos topográficos ou de georeferenciamento, utilizando receptor GNSS, não é mais necessária a utilização do receptor GNSS base, ou seja, o profissional poderá realizar diretamente a ocupação rápido-estática nos pontos limítrofes da área a ser medida, economizando, assim, 1 receptor GNSS, 1 profissional e o tempo de deslocamento. O pós-processamento será feito de maneira tradicional, sendo que os dados da base serão criados no GNWEB e os do móvel coletados em campo.